Arquivos de Categoria: Dicas para mamães

Você já teve dúvidas de como se vestir para um ensaio de gestante ou de família? Já contratou um fotógrafo e não recebeu as instruções de como se preparar para o dia das fotos? Ou mesma já se perguntou se é mesmo necessário contratar um fotógrafo profissional para fotografar sua família?

Então você veio ao lugar certo! heheheSou fotógrafa lifestyle de gestantes, recém-nascidos e de famílias em Cascavel, no Paraná.
E nesses mais de 10 anos fotografando, vi que muitas vezes as dúvidas das mamães se repetiam.

Então separei aqui, nesta categoria, algumas das minhas dicas e sugestões para você considerar sempre que for fotografar!

Se tiver mais algum questionamento, pode perguntar à vontade.Você pode entrar em contato através do formulário de contato aqui do site, ou me chamar no whatsapp: 45 99906-0102.

Vou adorar te fotografar!

Seria este o fim do pendrive?

Pelo menos por aqui, a resposta é sim! Mas o que está por vir é algo muito melhor! 

Acompanhem abaixo a história…

Quando comecei a trabalhar com fotografia, em 2008 a mídia que usávamos para entregar os arquivos digitais era o CD e o DVD. Na época fazia todo o sentido. Era acessível, fácil de gravar e todo mundo tinha onde ler.

Com o tempo, já em 2014, comecei a perceber que o DVD estava perdendo o seu espaço. Muitos computadores já não vinham mais com leitores e os clientes não conseguiam baixar seus arquivos.

Foi aí que fizemos a primeira transição: começamos a entregar as fotos em pendrives.

Menorzinho, personalizados, facilmente lidos em qualquer lugar com entrada USB. Tudo estava perfeitinho…

Mas, nem tudo dura para sempre e foi agora em 2019 – 5 anos mais tarde – que começamos a sentir que o pendrive também já está se tornando obsoleto.

Os clientes já não querem mais ter que ligar o computador para ver as fotos. Todos usam o celular. Os pendrives por vezes se perdem, se corrompem, precisam ser substituídos.
O que queremos hoje em dia é ter as fotos à mão, em qualquer lugar que estejamos, certo? 

Eis que em 11 anos de carreira, chegamos na segunda transição na nossa forma de entrega. As galerias online.

Elas são super práticas, podem ser acessadas à um clique. As fotos ficam seguras, armazenadas na nuvem, uma maravilha. Além disso, você nunca mais vai correr o risco de perder as suas fotos.

Porém, eu sempre achei que enviar um link para download via e-mail é um tanto impessoal. E a caixinha com as fotos impressas, como fica? E a entrega pessoalmente, com direito à abraços e cafezinho? Gosto de ter esse contato e essa amizade com todos os meus clientes.
A pergunta principal era: “Como entregar por link e ainda ter aquele encantamento de sempre?”  

Pois já resolvemos isso também!

Apresento-lhes a nova caixinha. Com as conhecidas fotos 10×15 que vocês tanto amam, o carinho e capricho de sempre e uma nova forma de acessar as suas fotos: o QR Code.

Ao receber a sua caixinha, você também receberá o seu cartão com link. Nele, há o link por extenso, caso você prefira digitá-lo no navegador e também a senha de acesso. Mas para facilitar a vida e ter tudo à um clique, temos o QR Code para acesso rápido.

É só apontar a câmera do seu celular para ele e voilà! Suas fotos na palma da mão!

Simples, fácil, rápido e moderno.
No vídeo abaixo eu mostro um pouquinho mais sobre como essa tecnologia funciona.

Estamos implementando essa mudança aos poucos. Os novos contratos já virão neste novo formato.
E aí, gostaram da novidade? Conta aqui pra mim!

Beijinhos,
Huaíne.

O que é newborn lifestyle? Qual a diferença para um ensaio newborn tradicional?

Olá mamães e papais!!

Se vocês estão esperando a chegada do pacotinho de amor de vocês, é muito provável que já tenham parado para pensar: vamos fazer um ensaio newborn?
O ensaio newborn tem se tornado ítem indispensável para maioria das famílias. Já praticamente faz parte do enxoval do bebê! E com essa demanda, muitos fotógrafos aproveitaram para se especializar nesse ramo que eu adoro, que é a fotografia de recém-nascidos.

Porém, existe uma vertente da fotografia de recém-nascidos – que sou apaixonada e fotografo desde 2012 – que chamamos de Newborn Lifestyle. Traduzindo ao pé da letra, seria a fotografia de “estilo de vida”. Ou seja, aquela fotografia feita em casa, sem grandes produções, fotografando a vida como ela é. O estilo lifestyle é o que eu sigo nos meus ensaios de família e de gestantes… então porque não adaptá-lo também para os recém-nascidos, não é mesmo?

 

A ideia é fotografar o bebê no ambiente dele, seguindo a rotina da família, como se não houvesse um fotógrafo ali. O objetivo é poder mostrar como era a primeira casa em que o bebê morou, o primeiro quartinho e como era a vida nos primeiros dias. Ao contrário da fotografia newborn tradicional, onde os bebês são colocados em cestinhos, enrolados em mantinhas e “moldados” em poses fofas enquanto dormem, a fotografia newborn lifestyle traz como foco principal a naturalidade da família, registrando com sensibilidade esses dias tão intensos da chegada do bebê em casa. Tenho certeza que essas fotos valerão ouro com o passar dos anos!
O mais legal disso tudo é o o registro fica único. Ninguém terá uma foto igual a sua.

As vantagens deste estilo de fotografia são muitos!

1 – Você não precisa sair de casa com o bebê.

Ao invés de se deslocar à um estúdio fotográfico com seu bebezinho de 1 semana de vida, a fotógrafa (no caso, eu, rs) vai até a sua casa para fotografar. Comodidade e segurança! hehe
Dessa forma você também não bagunça os horários do bebê, nem do irmãozinho. Tudo acontece com um dia normal. A única diferença é que eu estarei lá para registrar.

2 – Você tem um registro profissional de uma fase que passa muito rápido e você vai querer lembrar para sempre! 

3 – Os cliques da rotina! Cliques como o banho, por exemplo, são fofos demais.

4 – Os filhos de 4 patas da família também podem (e devem!) aparecer.

Só quem tem cachorrinhos sabem o quanto eles fazem parte da família. São verdadeiros irmãos mais velhos. É muito gostoso registrar essa interação deles com o bebê. No newborn lifestyle tudo fica mais fácil, já que os cães estão no ambiente deles.

5 – Registros do quartinho!

Sei muito bem que cada detalhe deste quarto foi escolhido com muito amor e carinho por vocês. Às vezes há até algum trabalho manual feito pelos pais. Esse quarto vai sofrer inúmeras transformações ao longo dos anos e vai ser muito bom ter as fotografias de como ele era nos primeiros dias – enquanto vocês ainda podiam opinar em tudo, rsrs. Então saber que cada detalhezinho estará guardado em forma de foto, é muito reconfortante.

6 – As outras histórias que acontecem paralelamente.

O bebê é esperado por todos, não só pelo pai e pela mãe. As avós estão ansiosas, os irmãozinhos estão empolgados (e por vezes cansados ou com ciúmes). O gostoso da fotografia lifestyle é poder contar as muitas camadas dessa história!

7 – Poses fofas também temos!

Não é porque a fotografia é lifestyle que não podemos incrementar um pouquinho. Apesar de fotografar o bebezinho com as próprias roupinhas e não posá-lo muito, é possível fazer algumas fotos fofas mesmo em casa. Eles não ficam uma gracinha dormindo desse jeito?

 

8 – Os bebês ficam super relaxados e à vontade.

E ainda podemos pegar poses não tradicionais, que só o seu bebê faz. Como esse jeitinho de dormir ou de se espreguiçar.

9 – Os irmãos vão adorar!

Irmãos mais velhos pode vezes sentem o drama nas primeiras semanas em que o bebezinho chega. Deixá-lo participar livremente da sessão vai fazer com que ele se sinta super especial. Deixe ele ser ele mesmo, sem ficar pedindo poses específicas… O resultado é mega divertido.

10 – Quando pensamos nos primeiros dias do nosso bebê, um filme passa na nossa cabeça.

É aquela fase maluca em que você fica extremamente cansado, mas faria tudo novamente, de novo e de novo, não é? Só as fotos poderão te transportar para esse momento, em que ele ficava tão pequenininho aconchegado no seu colo.

Se você também quer fotografar a chegada do seu pequeno, escreve pra mim!
Você pode me chamar usando o formulário de contato aqui do site, ou me chamar no whatsapp: 45 99906-0102.

 

Vou adorar contar a sua história!

 

E se você quer ver mais fotos como essas, me segue no instagram! Todo dia tem foto nova!

 

 

 

View this post on Instagram

 

A post shared by Huaíne Nunes (@huaine) on

Vamos falar sobre álbuns? | Álbuns fotográficos de família

O Álbum da Luiza

Sempre que preparo um álbum para entrega, fico pensando: meu Deus, como queria que todos pudessem ter acesso à isso.
Quase não tenho vontade de entregar o álbum aos clientes, tamanho o meu orgulho quando vejo um material impresso!

Imagina se todo mundo pudesse ter fotos de vários momentos diferentes da vida? Desde o comecinho? Seria sensacional!
Hoje vou mostrar pra vocês o álbum da Luíza.

 

Ás vezes algumas mães me perguntam:

“Hua, posso colocar em um mesmo álbum mais de um ensaio ou evento que fizemos?”
E eu respondo: MARRÉCLARO QUE SIM!

Para este álbum da Luíza, colocamos fotos do chá-de-bebê, ensaio de gestante, ensaio de recém-nascido e batizado.

Para essa união funcionar, é imprescindível separar os diferentes momentos com páginas de abertura, para que a pessoa que for ver, entenda que as fotos vão mudar à partir dali.

Minhas dicas para estes álbuns são:

• Ser suscinto nas escolhas. Se formos envolver fotos do chá de bebê ou de uma festinha, para colocar junto de um ensaio, é interessante colocar fotos de vocês, mais do que as de detalhes, decoração, convidados e tudo o mais. Se a ideia é ter uma cobertura completinha, aí é mais legal fazer um álbum só desse evento.

 

 

O resultado ficou surpreendente.

Um conjunto dos primeiros momentos super importantes da chegada de um bebê, que ficaram compilado em um álbum com lindas fotografias.
Dá um orgulho ver tudo junto!

Álbum de Acompanhamento da laura

O álbum da Laura também ficou incrível.

Fotografo a família da Laurinha desde 2015, quando estavam aguardando a chegada do Arthur. Pode ser que você já tenha visto a foto maravilhosa do Arthur folheando o álbum dele, lá no post com as fotos do álbum de acompanhamento dele.

Fizemos todo o acompanhamento do primeiro aninho dele e fiquei super feliz quando em 2017, soube que teríamos mais um ano de fotos pela frente.

Vinha aí, a princesinha da família: A Laura!
E depois de 1 ano de fotos maravilhosas, foi a vez de fazer o álbum da caçulinha!

A Amanda queria muito que os dois filhos tivessem acesso às mesmas coisas e que o álbum fosse igualzinho.
Então até o design da capa do Arthur nós procuramos trazer como referência para o álbum da Laura.

Cada página de abertura foi pensada com muito carinho, usando uma foto especial daquele ensaio e também para poder separar direitinho cada momento.

Amo essas fotos da primeira papinha, com o Arthur ajudando…
As fotos da introdução alimentar aos 6 meses é algo que eu sempre gosto de fazer nos acompanhamentos. Marco super importante no primeiro aninho do bebê.

Aproveitando… Você sabe quais fotos não pode deixar de fazer no primeiro aninho do seu bebê? Clica AQUI para ler o artigo!

 

O resultado ficou tão lindo, né? A mamãe Amanda fez um depoimento contando a experiência de ter feito estes dois acompanhamentos comigo e depois ter materializado tudo em álbuns fotográficos.  Você pode ler outros depoimentos como este lá na página de depoimentos aqui do site.

“Hua, a lembrança do primeiro aninho dos meus filhos foi traduzida da forma mais delicada e mais perfeita por você!
Obrigada por transmitir tanto amor em cada fotografia! Se tem algo que sempre indico de olhos fechados é este acompanhamento do primeiro ano! Como é gostoso relembrar cada detalhe dos meus tesouros! Obrigado pelos álbuns mais lindos da vida! Um beijo da nossa familinha!

Amanda, mamãe do Arthur e da Laura!”

Um álbum para chamar de seu

Se você quer mais informações sobre álbuns e como fotografar a sua família para ter um material impresso lindão desses, escreve pra mim!

Você pode usar o formulário de contato aqui do site, ou me chamar no whatsapp: 45 99906-0102.

Vou adorar conhecer e poder contar a história de vocês com a minha fotografia!

Beijinhos,
Huaíne Nunes.

O que vestir para ensaio gestante ou família?

Como se vestir para um ensaio lifestyle – Gestante ou Família?

Você sabe como se preparar para o dia das fotos em família? O que vestir é sempre uma questão recorrente entre os meus clientes, então preparei este pequeno guia para te ajudar.

Poucos sabem, mas tenho formação em Moda. Apesar de nunca ter atuado na área, isso sempre me ajudou a orientar melhor os meus clientes. Sempre chego uns minutinhos antes do ensaio para ver que roupas a pessoa separou e juntos traçamos um roteirinho, “casando” as roupas da família entre si e definindo qual look será usado em cada local.

 

A primeira dica sempre é: sejam vocês mesmos.

Esqueçam a ideia de que ensaio lifestyle precisa ter sempre jeans e camiseta branca. Embora seja lindo, muitas vezes esse estilo não corresponde à personalidade da família.

Procurem se vestir como no dia-a-dia, para que essas fotos representem como vocês realmente são. Se você usa salto sempre, tudo bem fotografar de salto. Se costuma ser discreto com os acessórios, não há motivos para no dia das fotos colocar colares e brincos volumosos.

Elejam uma cartela de cores.

Sempre digo que as roupas precisam ser escolhidas à dedo, para passarem despercebidas. Se chamarem atenção demais, algo está errado!

Escolher um tom em comum ajuda a trazer harmonia para o ensaio. Só cuidem para não parecerem uniformizados demais! rs.

Às vezes a presença de um tom da roupa da criança está em um acessório da mãe… Não precisa todo mundo se vestir com a mesma cor, mas havendo essa ligação entre as cores, tudo parecerá muito harmonioso.

A roupa também precisa “ornar” com o ambiente.

Se parte do nosso ensaio será em uma cafeteria, o ideal é escolhermos roupas que combinem com o local. É só pensar: como eu me vestiria para ir tomar um café? E aí depois aplicar as regrinhas da cartela de cores.


Já fotografei em fazendas, por exemplo, que fez todo o sentido que o look estivesse “à carater”, afinal, é assim mesmo que eles se vestem para ir passar um fim de semana lá.

Todo mundo despojado – ou todo mundo social.

Esse é uma das coisas mais importantes para não gerar desconforto quando vemos uma foto. Sabe quando você vê no shopping ou em um restaurante uma mulher toooooda arrumada e o marido de bermuda e chinelo? rsrs. Não podemos cometer essa gafe nas nossas fotos!
Se estou fazendo um ensaio de gestante e a mãe vai usar uma regatinha e short jeans, faz sentido que o pai use camiseta e bermuda. 

Se em outro ambiente ela trocar por um vestido longo – que dá um ar um pouco mais formal – gosto que o pai troque por uma calça comprida e talvez uma camisa social com a manga dobrada. Percebe como essa sintonia é importante?

Na mesma estação.

Essa dica é importante principalmente quando estamos com crianças ou bebês. Acabamos agasalhando demais os pequenos e nem sempre nos vestimos na mesma forma.

Ao olhar a foto, não podemos passar a sensação de: ué, estava frio ou calor neste dia?

É importante que todos se vistam para a mesma estação, para evitar essa estranheza.

Mas Hua, ainda estou insegura. Não sei o que escolher para vestir! 

Fique tranquila! Em todos os meus ensaios, faço uma pequena reunião com os clientes antes das fotos. Isso ajuda a quebrar o gelo, nos conhecermos melhor e entender o que você espera do ensaio.

Nessa reunião também conseguiremos definir onde vamos fotografar (o local sempre varia de família para família) e neste dia já poderemos pensar em como se vestir para esses locais.

No dia das fotos, chegarei um pouquinho antes para ver as roupas que você separou e juntas traçaremos o roteirinho, de quais roupas em quais lugares.

Antes do dia chegar você também poderá mandar suas escolhas pelo whatsapp.

Vou te auxiliar em todo o processo!

Gostou das dicas? Tem alguma dúvida sobre como se preparar para o dia de fotos? Escreve aqui pra mim! Vou adorar te ajudar.

Se você quer fotografar a sua família, é só me chamar. Você pode usar o formulário de contato aqui do site, ou o whatsapp: 45 99906-0102.

5 dicas para o seu ensaio de gestante

Ei, você, gestante… Você sabe qual é o melhor período da gestação para fotografar? E sabe quais roupas usar? Não sabe? Pois esse post aqui vai te ajudar!

Hoje você vai aprender 5 dicas, ou melhor 5 coisas a se considerar para o seu ensaio de gestante. Vamos lá?

 

1 – O tempo gestacional
Geralmente o ideal é fotografar entre 28 e 32 semanas de gestação. Nessa fase, a barriga já está bem redondinha e linda, porém, os indesejados inchaços da reta final da gestação ainda não deram as caras (ainda bem!). Não deixe para contratar as fotos tão em cima da hora, a partir de 25 semanas é interessante já começar a pensar em uma data para o ensaio!

 

2 – O local.
Procure optar por lugares que tenham significado para vocês! As vezes, ir à um parque que é lindo, mas que não faz parte da rotina da família, pode resultar em fotos que no futuro, serão apenas uma lembrança do dia em que vocês saíram para fotografar, nada mais do que isso. Pense no tipo de lembranças você quer ter daqui alguns anos. Que tal fotografar onde vocês se conheceram? Ou o que sempre fazem juntos?

Fotos em casa, na academia, em barzinho, no café… todo lugar é lugar. O importante é fazer parte da sua história!

(nessas fotos, o local escolhido foi a casa da avó do Maurício – não só um local que ele passou boa parte da infância, mas também pelo fato do nome da sua filha ser uma homanagem à sua avó: Angelina)

 

3 – As roupas.
Via de regra, as roupas devem ser escolhidas a dedo, para passarem despercebidas! Se a roupa chamou a atenção demais na foto, o que realmente importa ficou em segundo plano.
Uma boa opção é escolher uma cartela de cores para todo mundo e tentar ficar mais ou menos no mesmo tom. Um tom em comum trazer uma unidade visual para a imagem e parece que foi escolhido “sem querer”. Só cuidado para não parecer uniformizado demais!

4 – Acessórios.
Há algum acessório que já faça parte da história do seu bebê? Pode ser a primeira roupinha que ele ganhou, ou brinquedo que foi comprado antes mesmo de engravidar. Se é importante para vocês, é importante para mim. E vou querer colocar isso nas fotos!

(na foto: o quadrinho que o papai Plínio estava pintando para a filhota Helena para decorar o quartinho dela.  O processo dessa decoração feita com tanto carinho ficou eternizada no nosso ensaio)

 

5 – Pets também são da família.
Só quem tem um bichinho em casa sabe o quanto eles fazem parte da família, não é? Se você tem um cãozinho, gatinho, papagaio… eu vou adorar fotografar!! A minha única condição é poder brincar muito com ele! rsrs

 

Fotografar a espera por um bebê é um momento muito especial.

Nos meus ensaios, faço o possível para que a família fique super à vontade, sem poses forçadas ou grandes produções. O importante é que vocês sintam que estão realmente sendo retratados em toda sua essência.
Essas fotos terão um significado imensurável para o seu filho no futuro. Para conhecer mais o meu trabalho com gestantes, CLICA AQUI NO LINK

Para mais informações ou orçamentos, é só chamar por aqui, no whats ou no email. 45 99906-0102 / [email protected]

Vou adorar te fotografar!